segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Só Desejo - Poesia

Quando desejo nem sempre amo
Forças contrárias querendo me consumir
Forte e suficiente poder sobre-humano
Que escreve algo para eu sentir

O brilho do sol sempre me atrai
E a lua esplendorosa também
No quebra mar observo o castelo ruir
Nisto vejo que nem tudo me convém

O desejo pode ser bom no momento
Grande satisfação da sua virtude
Mas creio ser ele poderoso veneno
Como a meretriz que destrói e confunde

O desejo não aceita o amor
A sua mola propulsora é a paixão
Passa tão rápido como disco voador
Por isso poucos lhe dão vazão

3 comentários:

nelma ladeira disse...

O desejo a paixões,são sentimentos que chegam como um furacão,e desaparecem da mesmo forma.
Mas o amor ele chega de mansinho,quando você percebe ele já tomou conta do seu coração.
Lindo poema cheio de emoções amei.
Agradeço a sua visita,adorei seu comentário.
Beijinhos.

LENAPENA disse...

Em seus versos a colocação perfeita da força avassaladora da paixão. Diferente do amor, que trás serenidade e felicidade. Bela poesia. Um bom dia a vc.

Rita disse...

E é assim meu amigo Só desejo mesmo que tudo continue com amor, um poema com tanta emoção é simplesmente
Divino

Abraços de sempre

Bjussss
__________Rita!!