quinta-feira, 3 de abril de 2014

Pra Que Tanta Rigorosidade - Prosa Poética


O porquê de tanta rigorosidade no relacionamento, até destruí-lo de vez...? A pessoa extrovertida e cheia de amigos é saudável, mesmo sendo comprometida...!

A vida é assim, ao simpatizar com alguém não precisa fazer a menor questão de disfarçar... o relacionamento de amizade é importante para a vida melhor poder levar...!

A vida precisa de contatos, até porque quem não tem contato fica isolado e perde oportunidades...!

A vida precisa de lazer, ninguém vive sozinho... e por trás desta vida cheia de farra, tem um ser humano que busca se integrar ao meio em que vive...!

A vida saudável passa pelas melhores escolhas... se o telefone tocar com convites para sair, viajar e bater um papo, não será nada mais comum e saudável...!

Amores e amizades podem perfeitamente viver em harmonia... todos sentem falta de um cafuné, de aprofundar uma relação, de pensar num futuro... mas, como todos os mortais, lá também tem os seus traumas e receios...!

Amores e amizades se esbarram nos seus interesses pessoais, mas você deveria olhar mais para o nascer ou por do sol... buscar a importância que cada um tem para o transmissor dessa alegria...!

Amores e amizades suportam a maneira íntima como são tratados em particular... o sexo e a esperança de uma relação futura, e a companhia de um amigo de longas datas, interferem diretamente no humor e sucesso desse ser humano...! 

Então, para que mudar de personalidade quando começar a namorar...? Por que obrigar o outro a mudar de personalidade se foi por essa a pessoa que você se apaixonou...?

Porque, as características que você acha tão legal nos seus amigos, são os maiores defeitos no seu parceiro...?

Porque o cotidiano do casal tem que mudar completamente ao começar uma relação, ao invés de permanecer o mesmo... o/a novo/a namorado/a poderia apenas ser inserido/a na sua rotina sem criar grandes abalos...?

Porque acreditar que todas as “mulheres” ou todos os “homens”, do mundo querem pegar o/a seu/sua namorado/a...? Por que todo esse inferno de mudanças de atitude e personalidade mútua...? isso começa exatamente quando se define uma relação como namoro firme...!

É um caso a ser pensado.

Um comentário:

Aparecida Ramos disse...

Oiiiiii, amore!!! Nossa, há quanto tempo não tenho vindo aqui!! Me identifiquei com seu texto 9em parte), principalmente com o início. Fazer amizades saudáveis não deve ser visto como um problema no relacionamento a dois. No entanto... depende de cada um. Há quem seja ciumento/a (excessivo) que não admita nem acredite em amizade verdadeira, o que ´não deixa de ser lamentável no meu modesto jeito de entender. Tenho muitas amizades, mas nenhuma afeta meu relacionamento. Parabéns pelo tema abordado, merecedor de reflexão. Beijos e sucesso, querido!! Saudades!!!