domingo, 20 de abril de 2014

Vaidade Extrema - Poesia (Humor)


No espelho me vejo sem complexos
Assistindo as rugas surgindo no rosto
Observo a beleza deste meu sexo
Linda imagem diante dos meus olhos

O meu humor é sempre refletido
Seja bom ou ruim ele é verdadeiro
Nas lágrimas a tristeza eu aceno
Quando alegre é momento terno

Cada lance é registrado no espelho
Retribuição de uma ação e imprevisto
Nele tudo fica muito mais que lindo
Lance de amor no momento matutino

Reflexo que faz de mim um homem divino
Fico assim extasiado enquanto medito
E margeando os meus contornos acredito
Ser eu o homem mais belo do mundo

Nenhum comentário: