quarta-feira, 7 de maio de 2014

Encaixadinha - Poesia


Quando a vejo é só alegria,
Dá aquela dorzinha no coração.
A cada dia eu lhe amo mais,
É uma formiguinha na provocação.

Eu me viro e reviro todo assim...
A esperança sempre se renova.
No final me mostro sempre afim...
Meu amor eu te amo até agora!

Você não sabe o bem que faz a mim,
Ao desfilar é a musa do meu tapete.
Nem vermelho ele é, e por fim...
Declare esse amor pessoalmente!

Eu lhe quero bem gostosa assim!
Mas sempre próxima de mim...
Sei que também quer junto estar,
Viver encaixadinha lhe deixa feliz!

Nenhum comentário: