segunda-feira, 5 de maio de 2014

Meu Amor - Poesia


Quando eu perco o fôlego ao vê-la,
Percebo que você muito me excita...
Lamento demorar tanto para perceber,
E ver que és a mulher da minha vida!

Beijar-te é como viajar no tempo,

Sem perceber que o tempo passa.
O espaço sideral vem como um sonho,
Num lance real de estado de graça.

O imprevisto sempre é bem visto.

Derreto-me sempre que lhe avisto...
O meu suor acaba com todo calafrio,
Meu amor por ti não é nada sombrio...

Os versos em prosa ou em poesia,

Tornam os nossos dias mais lindos...
A sensualidade exposta com alegria,
Renova-nos deixando-nos afiadíssimos...

Nenhum comentário: