terça-feira, 3 de junho de 2014

O tempo Que Passa - Mensagem de Texto




O tempo passa para todo mundo, mas o que percebo são os jovens agindo como tolos ao não se prepararem para velhice que bate as portas rapidamente. E mesmo sabendo que a questão estética, onde os exercícios físicos e as danças colaboram para atrasar em pelo menos uma década o início dessa fase da vida, devemos estar atento a ela para não nos surpreendermos diante das dificuldades que virão juntas, e assim, aproveitarmos o melhor que ela pode nos oferecer. O respeito também é fundamental para com os velhos atuais, e assim, sermos, de alguma forma, recompensados por Deus no futuro com o carinho dos jovens na nossa velhice. Os estudos se mostram de suma importância para garantir uma velhice mais confortável em todos os parâmetros, pois ser um idoso totalmente dependente por não ter se preparado para velhice é muito ruim. O Salmo 92 afirma: “Na velhice ainda darão frutos, serão viçosos e florescentes…”, portanto, ao observamos um velho, devemos vê-lo como uma enciclopédia ambulante e que em muito pode nos ajudar com conselhos e apoio, pois eles querem ser uteis o tempo todo, mesmo que as vezes são rebeldes também. Quando olho para minha mãe com aqueles passos lentos viajo ao passado no tempo em que ela era uma fortaleza, uma robustez física de invejar, mas o tempo tratou de dissipar toda energia. Nisto vejo a sabedoria divina interagindo com a sua criação, o que me leva a entender a busca incessante dos idosos pelas coisas do alto. É o ciclo natural da vida que todos iremos passar, se dermos a sorte de chegar lá. Veja os pássaros que viajam a lugares distantes levando as sementes, eles vão jogando-as em terras estranhas, ao qual não estão acostumados a viverem, para florir o mundo com a beleza das flores. Na fecundação de uma semente a mãe terra abre os braços para recebê-la, é a vida renascendo. Esse momento de surgimento traz alegria no nascedouro e não é diferente conosco. Quando uma criança nasce o seu sorriso é um encanto, a sua respiração é a certeza da renovação. Uma nova luz que acende para esta vida. É quando o seu tempo começa a ser contado, os seus pequenos passos denunciam mais uma jornada que se inicia. Enquanto criança os pais garantem um rumo seguro, dando aos filhos seus braços como garantia de segurança neste curto espaço de tempo, onde o sono é primordial e as brincadeiras fundamentais. Então, quando sinto a brisa pela manhã ou no momento vespertino, tanto no brilho do sol com a sua luminosidade ou mesmo a lua oferecendo seus encantos junto às estrelas só para abrilhantar esse inicio de vida, vejo concretizada as maravilhas de Deus. Mas o tempo sempre passa e tudo muda, chega à hora de perpetuar a espécie, tempo de amar e produzir. Geração de nova gente, jornada longa e saudável, grandes batalhas e grandes vitórias também. Até que chega a famigerada idade, instante onde a sabedoria aflora, época de profundos agradecimentos por tudo o que Deus um dia lhe deu, é a vida se findando para um novo ciclo recomeçar. Mas também é a grande oportunidade dos filhos cuidarem dos seus antigos responsáveis, pois quem um dia lhe deu total apoio hoje precisa desta retribuição com urgência. Em cada passo lento dado, as crises das doenças que finalizam a vida e a falta da força física que corroboram para o sofrimento dos velhos são mostra de momentos constrangedores, porém, vejo tudo isso como grande oportunidade para os filhos serem pais dos seus próprios pais. E que Deus abençoe todos os nossos velhinhos!

Um comentário:

Lucinalva disse...

Olá Djalma
Que linda postagem. Os meus pais estão com 81 anos e realmente precisam dos filhos para dar total apoio. O meu pai gosta muito de ler e sempre digo que ele é uma biblioteca, aprendo muito com esse casal fofinho. Agradeço a Deus pela vida deles. O tempo passa muito rápido, porém com o Senhor somos felizes sempre. Um forte abraço amigo, você ficou muito bem na foto anterior. Bjs