quarta-feira, 9 de julho de 2014

Malandragem Perdeu - Poesia


A competência vence a malandragem,
Exemplo para as gerações futuras...
Na vida nada vem fácil como querem,
Não se ganha gingando, mas com luta.

Malandragem perde quando não se atualiza,
Pensa enganar a todos o tempo todo.
Lugar do bom malandro é na escola,
Sabe que a maldade não vence a todos.

O futebol alemão deixou o brasileiro bobo,
A técnica, disciplina tática e o preparo venceram...
O que pensou que iria enganar o outro,
Viveu na ilusão do tempo que o convenceu...

Reflexo da sociedade brasileira atual,
Entre as esmolas e benefícios dos impostos...
Retirados dos trabalhadores da classe média,
Para dar a quem não quer fazer esforço.

Chega dessa péssima geração neném,
Pessoas que não lutam para melhorar...
Levar vantagem é coisa “vila rica” do Gérson,
Mas para nós, não pode mais nos diferenciar.

Mudança já “urgente” no Brasil!
Não podemos mudos assistir mais ninguém!
O mau exemplo tornou-se mais viril,
Por causa do silêncio dos bons, que sofrem!

O voto é a nossa arma principal e obrigatória,
Para assim mudarmos o que não está bom!
As lábias falaciosas não podem ser boa oratória,
Mas um plano democrático soa um belo tom.

Mostra sua força Brasil e dê volta por cima,
Enche as ruas com seus bons propósitos...
Futebol hoje, só engana os bobos ainda...
Mas o que estudam não dão mais crédito.

2 comentários:

Lucinalva disse...

Olá Djalma

O segredo do sucesso é o preparo. Muito importante sua postagem. Um forte abraço amigo.

Aparecida Ramos disse...

Bravoooo, Djalma querido amigo e sempre poeta recantista!! Assino com você cada linha de seu texto/poesia!! Às vezes, a derrota vem para abrir os olhos, nesse caso, não só dos jogadores e seus "assessores", mas da sociedade que precisa sair da "alienação". Já estamos às portas de mais uma eleição. Oxalá, mais uma vez não se engane a maioria, "vendendo" sua dignidade por um par d sandálias ou promessa de "emprego"! Boa noite, querido amigo! Beijos no coração, com saudades!!!